COMPUTAÇÃO NA NUVEM

Uma visão geral sobre a computação na nuvem (cloud computing) que fala sobre o que é, porque utilizar, servidores cloud, tendência de atualização de softwares convertidos em serviços na web, as últimas mudanças implementas no Windows e Office em direção a “cloud computing”, computadores sem HD, a indústria 4.0 e a automação industrial, uso na nuvem com o Elearning, vantagens e desvantagens da computação nas nuvens.

Lendo este artigo você vai ver que, mesmo sem perceber claramente, já estamos usando a computação nas nuvens a algum tempo e que essa tendência vem crescendo e se tornando uma evolução irreversível da forma de como utilizamos a informática em nossas vidas.

nuvem na internet

O QUE É COMPUTAÇÃO NA NUVEM?

A computação na nuvem (Cloud Computing) e a utilização de áreas de armazenamento e CPU na internet como base de dados para aplicativos de “interface” que rodam localmente (teclado+mouse+monitor), seu uso deve ser transparente e o mais automático possível para facilitar o uso. Permite acessar arquivos e executar tarefas pela internet pela utilização de programas e serviços (7 tipos de serviço na nuvem) sem que eles precisem estar instalados no computador local. Num sistema operacional disponível na Internet, a partir de qualquer computador e em qualquer lugar, pode-se ter acesso a informações, arquivos e programas num sistema único, independente de plataforma.

800px-Computação_em_nuvem

PORQUE USAR A NUVEM?

A partir de uma conexão com a internet, você pode acessar um servidor capaz de executar o aplicativo desejado, que pode ser desde um processador de textos até mesmo um jogo ou um pesado editor de vídeos.

O que era há pouco tempo apenas uma tendência tornou-se hoje uma forma prática, segura e eficaz de acessar arquivos e executar tarefas pela internet” (ContaAzul)

Segundo a Wikipedia, empresas como Amazon, Oracle, Google, IBM e Microsoft foram as primeiras a iniciar uma grande ofensiva nessa “nuvem de informação” (information cloud), que especialistas consideram uma “nova fronteira da era digital”.

Um modelo de computação que oferece flexibilidade, portabilidade e usabilidade.

Exemplo dos serviços na nuvem pública mais usados:

  • Servidores de e-mails: Gmail, Hotmail, Terra, Yahoo….etc.
  • Google App Works: Aplicativo misto com: Gmail, Drive, Hangouts, Agenda, G+, Console Admin.
  • Google Maps, Here Maps, Here Drive+: Localizador e navegador de trajetos rodoviários.
  • Google Drive (30Gb/free, 1Tb/US$10 até 5 usuários): Similar ao Office
  • Google Play e o Spotify: player de música
  • MS One Drive (5Gb/free, 50Gb/R$4,00/mês, 1Tb-busines/R$21,90/mês/usuário): Armazenamento e sincronização de arquivos
  • YouTube e Vímeo: Plataforma de armazenamento de vídeos e campanhas de marketing
  • Facebook e o Linkedin: Rede social e campanhas de marketing
  • DropBox (2Gb/free, 1Tb/US$10/mês) e o Mega (50Gb/free): Armazenamento e sincronização de arquivos
  • Instagram, Flickr e Pinterest: Fotos
  • Netflix (R$20,00/mês): Filmes

VIDEO: Computação em Nuvens – Conceito, vantagens e desvantagens

SERVIDORES CLOUD (nuvem privada)

São áreas de armazenamento e processamento de dados com alta performance e segurança, comercializados pela internet onde o usuário pode armazenar dados e programas para acesso e uso local e em rede para empresas.

Exemplos:

  • Locaweb: Cloud Serve Pró, 512Mb por R$49,00/mês, 1Gb por R$99,00/mês, etc.
  • Under: disco SSD, banda de 100Mbps, backup diário, redundância de hardware, (R$119,00/mês)
  • UOL: de 512Mb a 64Gb, banda de 2Mbps a 100Mbps, disco de 50Gb a 500Gb, firewall, backup, aplicativos ( de R$39,00/mês a R$2079,00/mês).

30-0

TENDÊNCIA DE SUBSTITUIR PROGRAMA POR SERVIÇO CLOUD

GRATIS

O Google é campeão na disponibilização de aplicações gratuitas, um outro exemplo bem conhecido de substituição de programas por serviço cloud é a declaração de imposto de renda que antigamente era feita em papel, posteriormente passou a ser por disquete e agora é online. O Facebook, Linkedin, YouTube, Spotify, Skype e Instagram também são exemplos de aplicativos que unem comunicadores e repositórios de dados

PAGO

Já no final da década de 1990 muitos fornecedores de software, que enfrentavam dificuldades com atualizações e pirataria, descobriram que, dado a confiabilidade e velocidade alcançadas pela WEB, era possível substituir a comercialização de programas aplicativos que rodavam em PC para softwares instalados em sites para acesso remoto multiusuário. Dessa forma passaram a comercializar o mesmo produto, agora pago num valor menor e com assinatura com prazo de validade. O usuário passou a usar estes programas pela internet, pagando um baixo valor para uso temporário. Assim nasceu um bom negócio onde o cliente tem um software sempre atualizado e sempre vai pagar pelo uso.

WINDOWS

Atualmente, a partir do Windows 7 (2010) e do Office 2010 lançou o Office 365 e Office 2016 integrados a nuvem pelo OneDrive. Dessa forma quando você compra, recebe uma senha (que pode até vir dentro de uma caixa) para fazer o dowload do software via WEB.

A Microsoft lançou o Win8 voltado para usuários de tablete e celulares (touch screen) e com as críticas dos recebidas pelo usuários do Win7 (menu), lançou o Win10 (menu+touch scren) de forma gratuita com upload gratuito feito pela internet. Aqui você pode optar se salva o arquivo na nuvem (One Drive) ou no HD)

A Windows Mobile segue a mesma linha, totalmente feito para WEB e conectado à nuvem pelo One Drive. Tudo é feito de forma automática e quase tudo fica salva na nuvem. Quando se tira uma foto com o celular, automaticamente ela fica salva na nuvem.

COMPUTADORES SEM HD

Enquanto os servidores executam um programa ou acessam uma determinada informação, o seu computador precisa apenas do monitor e dos periféricos para que você interaja.

A Google lançou em 2011 o Google Crome OS, sistema operacional que rodam em computadores para operação na nuvem, desta forma atualmente é possível adquirir notebooks (Cromebook) mais simples, a um menor preço (de R$1000,00 a R$1500,00) com este sistema.

VIDEO – Computação nas Nuvens – Cloud Computing

INDÚSTRIA 4.0 e a AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

Na indústria a automação evolui desde os antigos instrumentos pneumáticos (1950-1960), instrumentos eletrônicos analógicos (1970-1980), instrumentos digitais e robôs (1990), redes industriais (1990) e atualmente estamos entrando na chamada Industria 4.0, com instrumentos inteligentes (smart) fazendo autodiagnostico, conversando em rede, controlados de forma distribuída, robôs colaborativos altamente sensíveis e interativos e computação na nuvem.

Já a algum tempo muitas empresas já substituíram as antigas centrais de processamento de dados por processamento e armazenamento em servidores cloud, por segurança a praticidade.

Na casa do futuro será usada a automação residencial, com sensores magnéticos e infravermelho em portas e janelas, tomadas comandadas por computador, sistema de segurança, câmeras e abertura de portas, aquecimento e refrigeração controlada e muito mais, tudo interligado, com comunicação sem fio e controle por celular através da nuvem na internet.

VIDEO – Projeto de Automação Residencial.

USO NA EDUCAÇÃO

Atualmente estamos vivendo a revolução do Elearning com a possibilidade de aulas totalmente via internet ou híbridas além da forte utilização de mídias e tecnologia em processos educativos. Os ambientes virtuais de aprendizagem (AVA ou LMS) mais conhecidos são o Moodle, o Chamilo, Teleduc e outros além dos sistemas proprietários desenvolvidos por diversos fornecedores. O LMS é um banco de dados que armazena lições e atividades, agrega ferramentas aplicativas de interligação e correção de testes, além de Wiki e outras e dispõe para usuários cadastrados todo esse conteúdo na forma de formulários e telas com estratégias de aprendizagem e sistemas estatísticos de acompanhamento. Fora dos LMS usam-se também como ferramentas de suporte a aprendizagem, os blogs, Google Drive, Microsoft fors Education, Facebook Education,  Linkedin, Youtube e outros.

VIDEO – O que é Moodle

PRINCIPAIS VANTAGENS DA CLOUD COMPUTING

  1. – SEM SOFTWARE: Possibilidade de usar softwares sem necessitar instalar no computador local.
  2. – NAVEGADOR: Acesso via navegador web, sem usar o sistema operacional e hardware do computador local.
  3. – COMPARTILHAMENTO: Facilita o trabalho corporativo e o compartilhamento.
  4. – SEGURANÇA: Servidores Cloud alugados são relativamente seguros (verificar cada caso), podem ser rápidos (a depender da localização do hub no tronco da internet) e podem ser acessados remotamente de qualquer lugar. Acesso por senha, os servidores são responsáveis pela integridade e backup dos dados, possibilidade de contratação de criptografia,
  5. – CUSTO: Sistemas (hardware+software) que trabalham na nuvem podem ser comercializados a um preço menor do que os computadores com CPU, HD e leitora de DVD.
  6. – ATUALIZAÇÃO: Softwares que trabalham na nuvem podem ser atualizados pelo fornecedor automaticamente de maneira frequente e transparente para o usuário, facilitando sua manutenção.

caracteristicas-computacao-em-nuvem1

DESVANTAGENS DA CLOUD COMPUTING

  1. – CONEXÃO: Depende de estar conectado à internet, computador sem conexão não pode usar a computação na nuvem.
  2. – VELOCIDADE: A facilidade de uso dos serviços na nuvem dependem e podem ficar comprometidas se necessitar de uma grande taxa de transferência e não estiver disponível uma conexão de velocidade compatível com o uso (banda larga de verdade).
  3. – CUSTO: A utilização de serviços na nuvem requer assinaturas de pacotes com pagamentos parcelados com vencimento definido e necessidade de renovação.

BIBLIOGRAFIA

Caro leitor, sua opinião é muito importante para nós, deixe um comentário sobre este post no espaço abaixo. Se você gostou deste curta a nossa página, compartilhe e registre-se no nosso site para receber as nossas atualizações.

____________________________

http://www.ianalitica.com.br

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s