Arte

Acima, Mente Humana (Guilherme Ashara)

Poesia é Coisa de Gente

Fonte: gonzo22.wordpress.com

Segundo a enciclopédia colaborativa Wikipédia, a poesia, ou gênero lírico, ou lírica é uma das sete artes tradicionais, pela qual a linguagem humana é utilizada com fins estéticos, ou seja, ela retrata algo que tudo pode acontecer dependendo da imaginação do autor como a do leitor. “Poesia, segundo o modo de falar comum, quer dizer duas coisas. A arte, que a ensina, e a obra feita com a arte; a arte é a poesia, a obra poema, o poeta o artífice.” O sentido da mensagem poética também pode ser importante (principalmente se o poema for em louvor de algo ou alguém, ou o contrário: também existe poesia satírica), ainda que seja a forma estética a definir um texto como poético. A poesia compreende aspectos metafísicos (no sentido de sua imaterialidade) e da possibilidade de esses elementos transcenderem ao mundo fático. Esse é o terreno que compete verdadeiramente ao poeta. Poesia é a expressão de um sentimento, como por exemplo, o amor. Vários poemas falam de amor. O poema é o seu sentimento expressado em belas palavras, palavras que tocam a alma. Poesia é diferente de poema. o Poema é a forma que se está escrito e a poesia é o que dá a emoção ao texto.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Poesia

.

Brilhar

Vladimir Maiakóvski

Brilhar para sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é para brilhar,
que tudo mais vá para o inferno,
este é o meu slogan
e o do sol.

.

VIDEO – Gente: Caetano Veloso

.

“Gente, Corpo, Movimento, Poesia”

Acima um grupo de dança apresentando: Mar de Gente, de Ivaldo Bertazzo.

Gente

Eu queria alguém que fosse sincero,
primeiramente com sigo mesmo.
Alguém capaz de rir, comigo
de coisas, de pessoas, de animais, de aves
e até de mim mesmo.
Eu queria alguém que não me quisesse
como um objeto raro, cobiçado
para ser exibido aos amigos.
Que não me avaliasse
com base em aspectos exteriores.
Mas que fosse capaz
de penetrar minha alma,
entender minhas ansiedades,
buscar minha essência de gente.
Eu queria alguém para caminhar comigo
a caminhada da vida.
Buscar comigo a essência divina.
Alguém que tivesse muitos amigos
e os amasse e os respeitasse,
e fosse por eles, amado e respeitado.
Alguém que gostasse de crianças.
Que as respeitasse.
Que fosse capaz de lutar por elas.
Eu queria alguém capaz de sonhar,
capaz de se demorar, olhando as estrelas.
Capaz de se demorar, olhando o mar.
Eu queria alguém que tão somente
fosse…Gente!!!

Fonte: http://www.celipoesias.net/gente.htm

VÍDEO: Pai. Poema de Terezinha Bertazzi, ao som de Cesar Camargo Mariano / Maria Rita. As fotos são do Galvão e de vários outros autores, colhidas na internet.

.

“Caldeirão de Gente”

Humanidade

[Wagner Michael]

Ser humano é ser comum?

O homem é um ser interessante
Que não precisa saber mais nada.
Sou um também.
O incomum em tudo é a tentativa de uns serem melhores que os outros.
Não adianta ser o melhor para uns e para si mesmo não valer nada.
Tem gente de todo o tipo por aí.
Todos sujeitos a tudo (ou não!).
Somos todos seres humanos comuns.
Todos morreremos um dia.
Todos são seres humanos comuns em muitas coisas e incomuns em tantas outras.
Isto tudo tem semelhanças.
Tudo isto é comum.

VÍDEO – GENTE TRIBUTO AL MUNDO Y A PRESUNTOS IMPLICADOS

.

Acima o quadro O nascimento do homem novo, de Salvador Dali.

Nobel e a Humanidade

[Cesar Moura]

…Dualidade na cumplicidade
Por falta de vontade
No plano covarde da maldade verso o amor.
A nossa humanidade que se incendeia
Despreza a vida alheia,
Pensa e ainda faz besteira
E só por brincadeira semeia a dor.
Mas não é capaz de entender
Que uma lágrima vertida nunca é perdida
Sem antes provocar o rancor.
São tantas as raças divididas
E mal compreendidas em seu complexo… Doutor.
A humanidade vive no auge da desigualdade
Na realidade é um “Reality Show”,
Ora tudo é real…
E quem chora pelo ser eliminado
Vive indignado pela falta de amor.
Mas, em verdade todos merecemos
O ignóbil “Prêmio Nobel pela Paz”
Por todas as bombas explodidas,
As muitas balas perdidas
E por este monte de crenças e religiões,
Aquelas regiões sempre esquecidas
Das crianças que mínguam desnutridas
Em um mundo de horror.
Este é o louvor pela nossa humanidade
Que curvada à luz da lua
É pobre nua e crua, quando falta-lhe o amor

Lázaro Lozano (Bonifácio), Gente da Nazaré, séc. XX, guache sobre tela (foto José Pessoa 2001) Museu de José Malhoa.

Poema da Noite

[Charles Chaplim]

Já chorei vendo fotos e ouvindo musica;

Já liguei só para ouvir uma voz;
Me apaixonei por um sorriso;
Já pensei que fosse morrer de saudade;
E tive medo de perder alguém especial… (e acabei perdendo)
Já pulei e gritei de tanta felicidade;
Já vivi de amor e fiz muitas juras eternas… “quebrei a cara muitas vezes!”
Já abracei para proteger;
Já dei risadas quando não podia;
Já fiz amigos eternos;
Amei e fui amado;
Mas também já fui rejeitado;
Fui amado e não amei.

Acima o símbolo/logo Circulo da Humanidade.

H U M A N I D A D E

[Jorge de Sena]

Na tarde calma e fria que circula
por entre os eucaliptos e a distância
olhando as nuvens quase nada  rubras
e a névoa consentida  pelos  montes
névoa  não subindo por não  ser
fumo da   vida   que trabalha   e teima
e olhando  uma  verdura  fugitiva
que a noite no céu queima tão depressa
esqueço-me que há  gente em cada  parte
gente que, de sempre, sofre e morre
e agora  morre  mais ou sofre mais
esqueço-me   que  a   esperança   abandonada
a não ser de ninguém, é sempre minha
esqueço-me que  os  homens  a   renovam
que o fumo de seus  lares sobe nos ares.
Esqueço-me de  ouvir  cheirar a  Terra
esqueço-me que vivo…   E anoitece.

Fonte: http://antoniomoreiradasilva1.blogspot.com/2011/01/h-u-m-n-i-da-d-e.html

Veja também: Ensinar arte

VÍDEO – Os Normais – Episódio 52 Gente Normal e civilizada Parte 1

Aviso: Este vídeo contém diálogos de humor picante e grosseiro, é provável que você se intimide e role no chão de tanto rir.

.

Pré História – Existência – Fator Humano – Razão – Emoções – Arte – Relações Humanas

www.pedagovix.wordpress.com

 

Uma resposta a Arte

  1. Pingback: Gente | Pedagovix

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s